cacwhere

Carrascos

In all sports on 04/03/2010 at 20:38

Ilustração: Luiz Antônio Solda

Histórias de carrascos são sempre curiosas. E muito cruéis.

Quem nunca teve raiva daquele jogador ou time que volta e meia acaba com sua alegria?

Carrascos se vestem nas mais diferentes peles, e se encontram nos mais diferentes lugares.

Veja um caso pessoal bem recente:

O Palmeiras foi derrotado pelo Santo André, na noite de ontem, por 3-1.

Sabe quem fez um dos gols?

Nunes.

O mesmo Nunes que marcou os 2 gols da vitória do Santo André sobre o Palmeiras no Campeonato Brasileiro de 2009 e descambou a crise no alviverde de Parque Antártica.

Esse mesmo Nunes também foi o herói da final da Copa São Paulo de Juniores de 2003, vencido pelo Santo André em cima do próprio Palmeiras.

Precisa falar mais?

São credenciais dignas para classificá-lo como carrasco do Verdão.

Existem os carrascos específicos. Aqueles que só aprontam em determinadas situações.

O Once Caldas pra cima do São Paulo, duas vezes na Libertadores da América.

O River Plate, que proporcionou 2 doídas eliminações corintianas em torneios continentais.

Pelé, outro carrasco eterno dos corintianos.

Boca Juniors, carrasco de clubes brasileiros em decisões da Libertadores.

A França de Zidane, Henry e Cia. por 3 vezes (1986, 1998 e 2006) fez as vias de carrasca da seleção brasileira em Copas do Mundo.

A seleção cubana feminina de vôlei por muito tempo foi carrasca das brasileiras.

No futebol americano, o New England Patriots foi por muito tempo carrasco do Indianapolis Colts, de Peyton Manning.

Hoje, os papéis se inverteram e o carrasco da vez é o time das ferraduras azuis.

No tênis, Wayne Ferreira era considerado o carrasco do grande Pete Sampras.

Assim como Rafael Nadal é hoje o de Roger Federer, e Federer, o carrasco do americano Andy Roddick.

Pensando bem, se você é tenista e seu nome não é Rafael Nadal ou Andy Murray, é bem provável que Roger seja seu carrasco também.

Carrascos são os responsáveis por muitos tabus, recordes e lágrimas.

Para os carrascos, não existe dia da caça e do caçador.

  1. Quando vi estava na pagina… e quando vi… mais um post palmeirense…

    Esquecendo-se sempre… do ASA de Arapiraca…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: